24 de mai de 2009

O Mestre e o Discípulo

Deus tem falado comigo sobre uma coisa que vou compartilhar com você agora, eu não estava ouvindo como deveria, mas Deus estava me falando isso a um tempo e hoje foi o dia que abri meus ouvidos e realmente pude entender isso.

Estava assistindo o vídeo do Rob Bell “Dust”, foi quando eu realmente ouvi o que Deus estava tentando falar comigo já a algum tempo.

Rob Bell fala sobre aquela palavra em Mateus 14: 26-28, que conta quando Jesus vai de encontro ao barco onde os discípulos estavam, e vendo um homem caminhando sobre as águas eles assustarem e pensaram que era um fantasma, mas Jesus disse: Tende bom ânimo, sou eu, não temais. Pedro então respondeu: Senhor, se és tu, manda-me ir ter contigo por cima das águas.

Mas por que Pedro pensou que podia ir caminhando sobre as águas até Jesus? Humanamente falando isso é impossível.

Outra passagem citada é a de quando Jesus chama Pedro e André para o seguirem e eles largam suas redes imediatamente e vão seguir Jesus. Pra mim sempre foi uma coisa muito estranha, imagina você no seu trabalho, escola, onde você estiver fazendo o que for e chega um cara que você nunca viu na vida e fala: siga-me. O que você faria?
Mas ai há uma explicação para isso. Hoje em nossos tempos e na nossa cultura, não somos acostumados a seguir uma pessoa, ter uma pessoa como uma referencia que você queira ser como ela um dia. Mas na época deste texto ser discípulo de um rabino era uma coisa de grande mérito, era uma coisa que poucos conseguiam. Na época as crianças cresciam decorando o tora, os cinco primeiros livros da Bíblia, até os 10 anos elas tinham tudo de cor na cabeça, um absurdo isso você não acha? Hoje decorar um texto de história para uma prova chega a ser uma tarefa quase impossível, datas, nomes, lugares, muitas coisas que não vivemos. Mas era tudo o que eles estudavam até os 10 anos, decoravam, e apenas os melhores dos melhores alunos passavam para a próxima faze, os outros iam aprender os afazeres e negócios de suas famílias, mas os melhores dos melhores estudavam mais, continuavam e precisava decorar agora mais livros dos profetas, isso até os 15 anos. Depois disso era feito mais uma vestibular, apenas os melhores dos melhores continuavam, e após uma inspeção dos rabinos, se ele achasse que o garoto poderia se tornar como ele, ele dizia: venha, siga-me, então o garoto agora seria seu discípulo, isso significa que ele aprenderia muito mais agora com seu mestre e agora iria fazer de tudo para ser como seu mestre.
Voltando ao Pedro e Tiago, eles seguiram Jesus imediatamente por que apenas os melhores dos melhores poderiam ser discípulos e eles foram convidados, largaram imediatamente tudo e foram, seguindo Jesus, agora eles queriam ser como Jesus, fazer tudo como Jesus, e tudo que Ele fizer eles também poderiam fazer, foi seu mestre que os escolheu, isso quer dizer que seu mestre acredita que tudo que ele pode fazer seus discípulos também podem. Foi isso que Pedro pensou quando foi de encontro a Jesus sobre as águas, ele acreditou que poderia fazer tudo que seu mestre fazia tudo que Jesus fizesse ele poderia fazer, no caminho ele vacilou e começou a afundar, foi por que Jesus não acreditava nele? Não, pois Jesus o chamou para vir, Pedro não acreditou em si mesmo.

Deus acredita que podemos ser como ele, falar como ele, andar como ele, e muitas vezes caímos em pecado e pensamos “mais uma vez, não acredito que cai nisso de novo”, ai nos auto flagelamos, nos sentimos um nada, exatamente como o Diabo quer que nos sentimos, e após isso tentamos com nossas forças parar novamente, e começa o ciclo mais uma vez. Quando aceitamos a Jesus como Salvador e Senhor de nossas vidas, atendemos ao chamado dele, em Efésios 1:4 diz: “Como também nos elegeu nele antes da fundação do mundo, para que fôssemos santos e irrepreensíveis diante dele em amor”, foi o Senhor que nos escolheu e não o contrário, se Ele te escolheu Ele acredita em você, Ele acredita que você pode ser como Ele é, e é ai que quero chegar.

Primeiro: Deus quem te escolheu para ser discípulo Dele.
Segundo: Ele acredita que você pode ser como Ele é.
Terceiro: o que você tem que fazer é segui-lo e se esforçar para ser como Ele.

Vocês não vão deixar as velhas práticas apenas por que são pecados, não vai se regrar para tentar ao Maximo não cair de novo, se auto-flagelando a cada queda. Ele quer que você se esforce para ser como Ele, e assim naturalmente você deixará o velho homem para traz, enterrado, deixará suas bagagens e coisas da velha vida.

O que Deus pede hoje para nós é, venha e me siga, seja igual a mim, pois eu acredito que você pode ser

E chamando a si a multidão, com os seus discípulos, disse-lhes: Se alguém quiser vir após mim, negue-se a si mesmo, e tome a sua cruz, e siga-me. Marcos 8:34
Hoje, será que estamos sendo discípulos de Jesus? Será que estamos tentando realmente ser como Ele é? Ou será que estamos tentando com nossas próprias forças?
Jesus pede agora para nós: negue-se, pare de tentar parar, pare de tentar não pecar, venha e me siga, se esforce para ser como Eu Sou, se espelhe em mim, e assim vocês farão coisas ainda maiores das que eu fiz. O problema é o foco, tire o foco de você e foque em Jesus, foque na pessoa de Jesus, o que Jesus faria agora, qual seria a reação de Jesus nesta situação.

E é isso que Deus tem falado comigo, para parar de tentar parar, apenas siga-o, se esforce para ser como ele é, tire o foco de você, o foco agora é Jesus, ele é nosso Mestre, e é Nele que devemos nos espelhar.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado pelo seu comentário.
Obs: comentários com conteúdo que denigra, ofenda, insulte, este blog, pessoas do blog ou outros comentários serão deletados, seja consciente em seu comentário.